É válida justa causa de engenheiro de 73 anos por desatualização tecnológica

5a. câmara do TRT da 12a. região considerou que o trabalhador se recusava a se atualizar, caracterizando a desídia.
A 5a. câmara do TRT da 12a. região considerou válida a dispensa por justa causa de um engenheiro de Florianópolis/SC que depois de passar mais de quatro décadas na mesma empresa, recusou-se a desempenhar suas tarefas. Ele argumentou que não sabia ligar o computador e que não recebeu treinamentos da empresa. Para o colegiado, a atitude do empregado revelou negligência e má vontade, justificando a decisão da empresa.
O engenheiro foi dispensado em 2016. À época tinha 73 anos e admitiu que mal sabia ligar seu computador e já não realizava suas funções há anos, mas alegou não ter recebido da empresa o treinamento necessário para se adaptar às novas tecnologias. A defesa do homem alegou que a empresa o isolou e passou a discriminá-lo por sua idade avançada.

Ler a íntegra na plataforma original

Captura: Biosferatech
Fonte: Migalhas, 9 mar. 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *